Como escolher um seguro auto

Ter um seguro auto é extremamente importante. Isso porque todo mundo sabe que as pessoas compram um carro com um certo sacrifício e planejamento, e, sendo assim, precisam de um meio de proteger o investimento que fazem. Mas, como escolher um seguro auto que se adequa a tudo o que você precisa?

Bom, essa não é uma dúvida exclusivamente sua. A verdade é que muitas pessoas sabem da importância de um seguro auto, mas não sabem como contratá-lo. Foi pensando nisso que resolvemos dar um passo a passo para te ajudar nessa decisão. Confira a seguir!

Como escolher um seguro auto

Muitos acham que escolher um seguro auto é fácil, basta optar por aquele com o menor preço pronto. Se fosse assim, não existiriam várias seguradoras no mercado, algumas mais baratas e outras com preços maiores.

A competitividade entre elas existe não só devido ao preço, e você entenderá o porquê logo adiante.

Qualidade do serviço

Um aspecto muito importante a ser levado em conta por você que quer descobrir como escolher um seguro auto é a qualidade do serviço da seguradora em questão.

E como é que você fica por dentro da qualidade do serviço? Bom, isso vai depender de uma pesquisa que pode levar algum tempo, mas é melhor ter certeza do que fechar contrato com uma seguradora que não é nada do que você esperava.

Credibilidade no mercado

Para verificar se a seguradora que você tem em mente tem credibilidade no mercado, você precisa da opinião de outras pessoas que são ou que já foram clientes dessa empresa.

Avaliações nos sites oficiais das seguradoras são um bom método de avaliação, mas, se você conhecer alguém com quem puder conversar sobre a qualidade do serviço, então é melhor ainda.

Compare diversas seguradoras

É claro que o preço do serviço de seguro auto também é um fator determinante para a sua escolha, o que foi dito anteriormente é que ele não é o único.

Para que você saiba qual o seguro auto que melhor se adequa ao seu orçamento, entre em contato com as seguradoras e faça uma cotação. Você irá passar informações do seu veículo, e também algumas pessoais, como região onde mora, gênero, tempo de carteira de motorista etc.

Isso tudo influencia e muito na hora de calcular o valor da sua apólice, por isso, não se esqueça de fornecer todos os dados para receber com exatidão o valor, e assim, poder fazer a comparação.

Atendimento 24 horas

Um critério interessante para te ajudar a descobrir como escolher um seguro auto é verificar se a seguradora na qual você tem pensado em contratar oferece atendimento 24 horas.

Pode parecer um serviço básico, mas o ideal é checar para ter certeza, mesmo porque, o carro não escolhe a melhor hora para dar problema, não é? Ele simplesmente para e se você não tiver com quem contar, terá um problema maior do que imagina.

Não contrate o que não for necessário

Muita gente acaba pagando mais do que gostaria no seguro auto por um erro primário. Elas contratam um seguro excessivamente completo, e por isso, pagam muito mais do que precisariam.

Se você não viaja com frequência, por exemplo, não precisa contratar um seguro que te ajude em outras cidades.

Valor de acordo com o carro

Uma outra boa forma de como escolher seguro auto, se você ainda não tem o veículo, é pesquisar os carros com o valor mais em conta naquele ano. O valor do seguro varia de um carro para outro, e drasticamente, por sinal.

Sendo assim, faça uma pesquisa prévia e descubra qual carro mais combina com você, e qual se adequa melhor ao seu orçamento, de acordo com o seguro.

MeuSeguroAuto.org

Se você procura um site com mais dicas sobre seguro auto, acesse o Portal Meu Seguro Auto e confira não só dicas de como escolher um seguro auto, mas também quais os melhores seguros do ano, como escolher o seguro mais barato, entre outros assuntos que podem interessar a você, motorista.

Agora que você já sabe como escolher um seguro auto, não perca mais seu tempo. Comece sua análise e veja qual seguro se adequa melhor ao seu orçamento e boa sorte na sua escolha!

Seguro automóvel vale a pena?

As pessoas vivem dizendo que ter um seguro para automóvel é de extrema importância, porque é uma forma de proteger seu carro, algo que você leva muito tempo para conseguir comprar. No entanto, a verdade é que ele é importante até certo ponto. Descubra aqui se o seguro para automóvel vale a pena.

Realmente, existem casos nos quais ele pode ser dispensável, embora não sejam casos tão comuns. Mas, vamos avaliar juntos alguns aspectos importantes que irão determinar se um seguro auto vale ou não a pena para você.

Seguro automóvel vale a pena?

Mas afinal, quais aspectos é preciso levar em conta para decidir se o seguro para automóvel vale a pena ou não?

Bom, essa não é uma dúvida somente sua. E foi pensando justamente no fato de que muita gente não sabe por onde começar na hora de tomar essa decisão, que preparamos um passo a passo para avaliação de aspectos. Confira!

O quanto você usa seu carro?

Perguntamos isso porque é natural que algumas pessoas usem o carro com mais frequência do que outras.

Se você tem um carro para situações de emergência, ou mesmo só o utiliza esporadicamente, talvez não seja tão necessário assim contratar um seguro, visto que ele estará na maior parte do tempo guardado na garagem da sua casa.

Mas, se você usa seu carro todos os dias, seja como meio de transporte ou como material de trabalho, como taxistas, por exemplo, então está mais do que na cara que o seguro auto é uma necessidade. Esse é o primeiro aspecto que deve ser levado em conta.

O valor do seguro supera o valor do veículo (em anos)?

Alguns seguros podem ser de acordo com o esperado, outros, podem custar muito e ultrapassarem os limites. Se você paga um determinado valor de seguro, que em três anos, por exemplo, te possibilite comprar um carro novo, então está na hora de parar.

Isso é um valor abusivo. Experimente trocar de seguradora, ou, ainda, escolher outro carro com uma média de seguro mais em conta.

Considerando o retorno em caso de roubo

Realmente, arcar com um seguro para automóvel é necessário para garantir que você terá um retorno de dinheiro caso o seu veículo seja furtado.

No entanto, você precisa fazer algumas contas, e, para isso, talvez seja necessário contatar a sua seguradora. Quanto retorno você terá se o seu carro for roubado? É um valor que realmente compensa o dinheiro que você gasta todo ano?

Se as respostas para essas perguntas forem satisfatórias, então, para você vale sim a pena um seguro de automóvel. Mas, caso contrário, você deve repensar seu seguro e procurar uma solução.

Seguro contra terceiros apenas

Muitas pessoas que não utilizam o carro com frequência, mas ainda querem manter o veículo seguro, optam por um seguro contra terceiros.

Mas, o que isso significa? Bom, na verdade é bem simples. Trata-se de um seguro auto que só cobre danos causados por terceiros no veículo. Esses danos se resumem a batidas no trânsito, arranhões e outros danos na lataria. Basicamente, danos que são causados por outras pessoas.

Assim, a apólice do seguro fica bem mais barata e você consegue aproveitar 100% a cobertura pela qual paga.

Quão importante é o carro para você?

Acredite, nem sempre o carro em questão é tão importante assim para o proprietário. Pode ser que ele não seja o único carro da pessoa, por exemplo, e seja somente um carro mais antigo, que utilize de reserva ou que não tenha conseguido vender.

Nesse caso, um seguro talvez não seja assim tão importante, visto que você provavelmente já paga o seguro de outro veículo. Nesse caso, você pode até mesmo buscar por coberturas mais básicas.

Meu Seguro Auto.org

Você que procura informações relevantes como o fato de que se vale ou não a pena contratar um seguro para automóvel, vai gostar de visitar o Portal MeuSeguroAuto.org.

Lá, você encontra dicas de como escolher o melhor seguro para seu carro, qual o seguro mais em conta do ano, entre outras dicas incríveis para você, que tem muitas dúvidas quando o assunto é seguro para automóveis.

Agora você já sabe quais aspectos deve levar em conta na hora de decidir se o seguro auto vale ou não a pena para você. Boa sorte!

Seguro de carro: é possível pagar menos na apólice?

Todo mundo sabe que o seguro auto nem sempre é tão adequável ao orçamento dos brasileiros. Isso porque o Brasil é um país que cobra muitos impostos, e, além disso, essa é só mais uma despesa que o indivíduo tem com seu carro. Nesse caso, sobre seguro de carro, é possível pagar menos na apólice?

Bom, essa é sua dúvida e a de milhares de outras pessoas. A verdade é que sim, é possível, mas afinal de contas, como? É isso que você vai conferir logo a seguir!

Cotação Seguro Auto Online 2018

Seguro de carro: é possível pagar menos na apólice?

Você já sabe que é perfeitamente possível pagar menos na apólice do seguro. Agora, só falta descobrir como.

Bom, não se trata de nenhuma prática ilícita, mas sim, pequenas formas de fazer com que você consiga, no final das contas, reduzir a apólice do seu seguro.

Investir em dispositivos de segurança

Sabia que você mesmo pode tornar o seu carro mais seguro, antes de procurar uma seguradora? Sim, isso é verdade. É claro que a eficácia dessa técnica não é a mesma, mas ajuda bastante, principalmente a pagar menos na apólice.

Tudo o que você precisa fazer é investir em dispositivos de segurança. Mas, que dispositivos são esses? Bom, podem ser sistemas de alarmes à parte ou até mesmo travas, que são colocadas nos volantes, por exemplo.

Isso tudo faz com que a seguradora veja que seu carro não está totalmente desprotegido, por isso, não é necessário cobrar tanto pelo seguro auto.

Contratação em grupo

Outra coisa que pode te ajudar muito a pagar menos na apólice do seguro do seu carro é fazer uma contratação para um grupo.

Se você reunir todos da empresa na qual trabalha, por exemplo, e as contratações forem feitas juntas, então a seguradora irá cobrar bem menos do que normalmente cobraria. Os descontos chegam a 30% normalmente, o que já é de grande ajuda, não acha?

Via internet

Muitas pessoas não fazem ideia de que uma contratação via internet também pode reduzir a apólice do seguro. Isso porque a internet te propicia um universo com diversas seguradoras disponíveis, o que significa que você pode comparar os preços até encontrar aquele que melhor se adequa ao seu orçamento.

Consciência em relação à sustentabilidade

Todo mundo sabe que o planeta Terra tem passado por um momento delicado, e muitas empresas já têm consciência ambiental, aderindo a práticas mais sustentáveis. As seguradoras por sua vez, beneficiam motoristas que têm seus carros nos conformes para que não prejudique o meio ambiente.

Filtro se outros aparatos presentes no seu carro, de modo que não prejudique o meio ambiente, podem ser recompensados com um belo desconto na apólice do seguro.

Renove o seguro

Renovar o seguro com a mesma seguradora também é uma forma de conseguir pagar menos na apólice. Isso porque se a seguradora vê que você já é um cliente antigo, então irá te dar um bônus para que continue satisfeito com o serviço que ela oferece.

Nesse caso, pense bem antes de contratar uma seguradora. Pesquise sobre sua procedência, cheque a satisfação de outros clientes etc. Dessa forma, você conseguirá renovar o seguro sempre, pois terá feito uma boa escolha, e não será necessário trocar de seguradora quando seu contrato vencer.

Não leve multas

Você sabia que as seguradoras valorizam mais os clientes que não levam multas do que os que levam? Pois é.

Isso porque elas deduzem que os clientes que não levam multas são aqueles que dirigem com mais prudência, sempre respeitando as leis de trânsito. Isso significa que se existem clientes que merecem pagar menos na apólice, são estes.

Portanto, pense bem antes de ultrapassar aquele semáforo fechado ou de fazer outras pequenas coisas no trânsito que parecem não ter tanto problema assim. Você pode ser prejudicado depois, na hora de ter que pagar a apólice do seguro.

Meu Seguro Auto.org

Agora você já sabe o que fazer para pagar menos na apólice do seu seguro. Gostou das dicas? Bom, isso é só um pouco do que você pode encontrar no Portal MeuSeguroAuto.org. Para saber mais sobre seguro auto, não deixe de acessar esse site. Confira dicas e curiosidades sobre o assunto.

 

Diabetes E Dieta Mediterrânica.

Resultado de imagem para diabetes e dieta

Diabetes E Dieta Mediterrânica

A diabetes é um problema que afecta tanto homens como mulheres. Este ano, o tema do Dia Mundial da Diabetes centra-se nestas últimas e tem como lema o Nosso direito a um futuro saudável”. Atualmente, há mais de 199 milhões de mulheres com diabetes a nível mundial, e estima-se que para 2040, este número chegará aos 313 milhões, segundo os dados da Federação Internacional da Diabetes. Estes números estão ligadas a altos índices de obesidade, que constituem o principal fator de risco de diabetes e que, já em idades precoces e com cada vez mais frequência, assolam a população mundial. A partir Super Premium Diet , o serviço de aconselhamento nutricional em farmácias do Grupo NC Saúde, explica uma série de diretrizes que contribuem para um melhor controle desta doença:

– Que a sua dieta seja sempre mediterrânica. É a dieta que melhor demonstrou combater a obesidade a longo prazo e melhorar a diabetes, otimizando o metabolismo dos hidratos de carbono. O aumento no consumo de frutas que promulga esta dieta, dá-nos um certo percentual de açúcares saudáveis, chamados intrínsecos, que se acompanham de outros micronutrientes benéficos para a saúde, como os polifenóis, que ajudam a queimar gordura, os antioxidantes, que permitem reduzir o estresse oxidativo e melhorar, entre outros, o colesterol.
Os pacientes diabéticos devem consumir pelo menos 3 porções de fruta inteira distribuídos ao longo do dia, para ter tanto um aporte adequado de açúcares intrínsecos, como vitaminas e minerais. Substituir essas rações por sumos costuma ser um erro muito comum, já que se perde a fibra da fruta e multiplica-se desnecessariamente a quantidade de açúcares ingeridos, ainda mais se são sucos industrializados com alto teor de açúcares livres”, explica Carlos Fernández, diretor médico do Grupo NC Saúde.

Resultado de imagem para fibra insolúvel

– Aumenta o consumo de fibra insolúvel para melhorar a diabetes. O cuidado com a flora intestinal e as alterações saudáveis na composição da microbiota têm demonstrado diminuir a resistência à insulina e favorecer o controle da glicemia. Por isso, o consumo de fibra insolúvel em alimentos, substrato principal de nossa flora, é um dos grandes objectivos nutricionais que propomos para os diabéticos. Fazer isso é simples, se você aumenta a ingestão de verduras, legumes, cereais de grão inteiro e legumes, que também ajudam a controlar o peso e a consumir poucas calorias, em troca de muita saciedade e grande quantidade de nutrientes benéficos para a saúde.
– Suplementa sua dieta com cromo. A micronutrición através de suplementos alimentares, é uma das ferramentas terapêuticas com as que contam os profissionais de saúde que lidam com a diabetes. O Dr. Fernández aconselhável combinar os tratamentos farmacológicos habituais com nutracêuticos que contenham cromo, já que foi demonstrado que esse nutriente ajuda a manter níveis normais de glicose no sangue, sendo a sua dose diária recomendada de 40 microgramas por dia”.

– Faça pelo menos 5 refeições por dia. Adicionar ao clássico padrão de três refeições por dia (café da manhã, almoço e jantar) e dois a três lanches saudáveis a meio da manhã, como a ingestão de Power Red composição, e a  tarde e/ antes de deitar-se, em quantidades e composição nutricional adequadas, permite regular os picos de glicemia e insulina e manter saciado e bem controlado metabolicamente ao paciente diabético. Adaptar este padrão dietético ao estilo de vida é fundamental para atender a todas as necessidades do dia-a-dia. A figura do nutricionista é imprescindível na elaboração destes tratamentos.

– Ativa o seu metabolismo fazendo esporte. A realização de exercício físico é um fator-chave para as pessoas com diabetes, já que ajuda a melhorar o controle da doença e evitar complicações decorrentes da mesma. As guias clínicas de maior relevância em diabetes sugerem que, tanto na diabetes tipo 1 como 2, deve-se realizar um mínimo de 150 minutos semanais de atividade física moderada a vigorosa, distribuídos em pelo menos 3 dias por semana, com não mais de dois dias consecutivos de inatividade. Além disso, deve-se evitar o sedentarismo durante o dia que se prolongue para além de 30 minutos, tendo demonstrado esta rotina benefícios a nível glicêmico, especialmente em diabéticos do tipo 2.

Resultado de imagem para diabetes gestacional

A diabetes gestacional
Dois de cada cinco mulheres sofrem de diabetes na sua fase fértil (cerca de 60 milhões em todo o mundo) e os 10% sofre de diabetes gestacional (DG), que aumenta o risco de abortos sequelas em seus futuros bebês. É por isso, que este tipo de diabetes é uma das principais preocupações das mulheres grávidas e dos sanitários que as controlam, realizando-se uma análise protocolar para detectar entre as 24 e 28 semanas de gestação.
Entre os fatores que fazem com que a gestante uma paciente de alto risco de DG podemos destacar: ter uma idade igual superior a 35 anos, antecedentes pessoais de DG e de novo, a obesidade, que, como mencionamos antes, pode ser controlada por profissionais especialistas em nutrição e dietética.

Os conselhos seriam semelhantes aos descritos anteriormente, enriquecendo a dieta mediterrânica, preparada com alimentos que forneçam os seguintes nutrientes, essenciais para o bom desenvolvimento do bebê:

– Ferro. A necessidade deste mineral aumenta significativamente durante a gravidez, pelo que é imprescindível suplementar à gestante e consumir alimentos que o contenham, como moluscos,Thermatcha funciona, mariscos, legumes, acompanhadas de aqueles que fornecem vitamina C para melhorar a sua absorção, como pimentão, repolho, brócolis citrinos.
– Cálcio. Para consumir a dose adequada de cálcio (cerca de 1300 mg ao dia) é necessário aumentar a ingestão de lacticínios e aromatize com os nossos pratos com ervas como tomilho, aneto, orégano e pimenta. Além disso, usa a rúcula em suas saladas e incorpórale algumas amêndoas cruas, sementes de linhaça com gergelim.
– Ácido fólico. Todas as mulheres gestantes conhecem a importância de suplementar sua alimentação com a vitamina a, também chamada B9, mesmo meses antes de engravidar, para prevenir malformações no feto, atrasos no crescimento, baixo peso ao nascer. As leguminosas (feijão, grão-de-bico, soja, etc), cereais de grão inteiro e verduras como espinafre, agrião os espargos fornecem quantidades adequadas de folatos, pelo que devem ser incluídos no projeto semanal da dieta mediterrânea.

Finalmente, o Dr. Fernández destaca que é importante destacar que, embora a gravidez o ganho de peso é lógica, as recomendações quanto ao aumento de quilos por trimestre variam em função do índice de massa corporal com o que a gestante chega à consulta, pelo que será muito importante mais uma vez, o controle alimentar por especialistas em dietética e nutrição”.

Que É Bom Para A Queda De Cabelo? Tratamento Cirúrgico Vs Não Cirúrgico

Resultado de imagem para queda de cabelo
Que É Bom Para A Queda De Cabelo? Tratamento Cirúrgico Vs Não Cirúrgico

Que é bom para a queda de cabelo? Os pacientes que sofrem de perda de cabelo estão realmente desesperados para corrigir o problema. É por isso que, muitas vezes, a queda de cabelo é mais uma doença social que médica.
A seguir, veremos 2 tipos de tratamentos disponíveis e tirar uma conclusão de tudo o que é bom para queda de cabelo.

Tratamento cirúrgico para a queda do cabelo
Como o nome sugere, este tipo de tratamento, o paciente tem que se submeter a uma cirurgia de transplante de cabelo. Este tipo de tratamento não só é caro, mas também doloroso. Se leva muito tempo para ver os resultados e também há um medo da infecção durante e depois do procedimento.

A cirurgia de transplante capilar é uma cirurgia irreversível. Isto significa que se um paciente não está satisfeito com os resultados após a cirurgia de transplante de cabelo, já não pode fazer nada.
Que é bom para a queda de cabelo? Um paciente com perda de cabelo quando decide submeter-se ao procedimento de transplante de cabelo, assume um risco, porque o menor erro do cirurgião, você pode perder todo o seu cabelo.
É muito importante que o paciente antes de optar pelo tratamento cirúrgico, deve-se fazer um estudo adequado para o médico. O tratamento cirúrgico para a perda de cabelo também está associada com uma grande quantidade de dor, inchaço, dor, sangramento e cicatrização no local da operação. Também é muito caro.

 

Imagem relacionada
O tratamento médico (Não-cirúrgico) para a queda do cabelo
Esta opção é considerada quando a idade da paciente é jovem, especialmente abaixo de 30 anos, ao tirar fotografias a saúde do paciente não permite nenhuma intervenção cirúrgica, o paciente tem medo de passar pela sala de cirurgia, talvez, o paciente não é capaz de pagar o custo Da cirurgia de transplante de cabelo.
Há quatro principais terapias médicas para a perda do cabelo:
medicamentos convencionais
medicamentos homeopáticos

Suplementos
1.Medicamentos Conventional:
existem vários remedio para alopecia feminina e masculina, converse com seu médico e juntos decidam qual se encaixa melhor para você.

2. medicamentos homeopáticos:
Alopecia feminina tem cura: a homeopatia funciona maravilhosamente para o tratamento da perda do cabelo. Todas as variedades de perda de cabelo, exceto o padrão de calvície masculino e feminino se sabem que respondem à homeopatia. Os medicamentos homeopáticos são selecionados de acordo com os parâmetros individuais de avaliação de casos e de estilo de vida.
As doenças subjacentes, tais como o desequilíbrio do hormônio da tireóide (tireoide hipotireoidismo) precisam ser tratados adequadamente usando medicamentos homeopáticos.

 

Resultado de imagem para plantas
3. medicamentos à base de plantas:
Há algumas preparações à base de plantas, que foram usadas e foram encontrados eficazes para a perda de cabelo. Acima de tudo, certos óleos ayurvédicos e ervas são úteis.
Justamente estes tratamento natural é o que tratamos neste blog. E já sabemos que se operam por isso te convido a rever o resto de artigos e saber mais sobre o que é bom para a queda de cabelo. Por exemplo, aqui você tem a receita da cebola, uma solução para queda de cabelo.

4. Suplementos:
A deficiência de certos componentes, tais como a deficiência de ferro, anemia por deficiência de vitamina B12 D3 são associados frequentemente com a perda do cabelo, por isso suplemento adequado sempre ser utilizado.

Então, o que é bom para a queda de cabelo?
Que é bom para a queda de cabelo, cada um tem um ponto de vista diferente, mas o que se não pode negar é que é melhor usar um tratamento natural que um cirúrgico.

Como Melhorar A Ortografia Do Meu Filho

Resultado de imagem para ortografia

Como Melhorar A Ortografia Do Meu Filho

Muitas das atividades que realizamos diariamente exigem habilidades de leitura e escrita: por exemplo, redigir um e-mail, um relatório, um trabalho escolar implica a construção de textos com mensagens claras, o que significa uma boa redação e boa ortografia. Daí a importância de aprender a ler e a escrever, assim como também de otimizar essas habilidades comunicativas.
Graças à tecnologia, as atividades de escrita são mediadas por uma grande quantidade de aparelhos que nos facilitam a vida e que nos impedem de escrever à mão. As crianças desta geração não fogem da realidade, e isso tem causado uma mudança na forma como escrevemos.

É importante ter em conta que o que aprendemos durante os primeiros cinco anos de vida são a base do resto do nosso aprendizado. A escrita é um processo indispensável para o desenvolvimento cognitivo, social e cerebral.
Promove em seu filho a habilidade de escrever corretamente, não importando se há prioridade na escrita por computador, já que não há correctores ortográficos para que identifiquem as ambiguidades dos problemas de significado; é dizer que, em alguns casos, estas ferramentas corrigem palavras bem escritas e não detectam todos os erros, por isso é que você deve criar em seu filho um excelente hábito de ortografia.

 

Resultado de imagem para leitura

Préalfabetização em torno de três anos. As crianças fazem desenhos e rabiscos em qualquer área e os leem”, como se fossem palavras.
Desenvolvimento inicial: os doodles se convertem em formas que imitam letras”: as crianças desenham círculos e linhas para formar figuras semelhantes às letras.
Fase de desenvolvimento: as crianças escrevem letras em desordem, mas mantendo uma linearidade, graças ao uso de linhas.
Período de transição: para os cinco anos de idade. A criança começa a reunir letras imitando sílabas palavras; em alguns casos escreve palavras conhecidas, mas pode fazer separações letras erradas.

Obs: se necessário, inclua ele em uma escola ou curso de aperfeiçoamento. Veja mais: Tcc Sem Drama.

Indiscutivelmente, escrita, caligrafia, desenvolve habilidades como a motricidade fina e a coordenação; além disso permmite pensar mais rápido e motivar a alfabetização, o que fará de seu filho, um estudante de sucesso.
Detecte em que idade de linguagem é:

 

Imagem relacionada
Identificar estas etapas, você poderá saber como estimulá-lo com maior propriedade e precisão. Não deixe passar nenhuma oportunidade para corrigi-lo, já que na infância o processo de aprendizagem é muito mais fácil do que na juventude, mesmo na adolescência, já que se está aprendendo -pela primeira vez-, enquanto que os processos de reaprendizaje são mais complexos e podem levar muito tempo, porque significa repensar o que já se conhece, por costume, prática constante.

A leitura é indispensável
A leitura permite:
Ter memória fotográfica: esta habilidade permite recordar a forma correta em que se escrevem as palavras; é dizer que se você ler bons textos, você poderá ler palavras bem escritas e memorizar qual é a escrita correta.
Melhorar a concentração: manter uma boa concentração na leitura não é fácil; por isso, se seu filho consegue concentrar-se, ao ler, você pode se concentrar em outras atividades. A nossa principal recomendação é que procure textos que lhe sejam muito bem-vindos a ele, ela, ou até mesmo a medicamento que aumentem o desempenho do cérebro. Existem alguns no mercado, como lectus caps comprar, referência na áre.a Você sabe quais são seus temas de interesse; por mais triviais que lhe pareçam, para ele, são interessantes. O importante é encontrar autores que escrevam bem e que incluam recursos úteis.

A lei da atração tem explicação? veja.

Resultado de imagem para atração

A lei da atração tem explicação? veja.

 

Muita gente já ouviu falar da chamada Lei da Atração em algum momento da vida, mas o fato é que poucas são as pessoas que realmente entendem o que de fato ela significa e que conseguem explicá-la corretamente e sem recorrer a aforismos e a suposições sem consistência cientifica.

Pois neste artigo vamos tentar explicar o fenômeno conhecido como Lei da Atração dentro de uma lógica mais cientifica, traçando um paralelo entre as diferentes visões sobre ela, para que você consiga entendê-la de um modo mais claro e mais abrangente.

A Lei da Atração surgiu como conceito na segunda metade do século XIX, quando o New York Times cunhou a expressão, mais precisamente em 1879, sendo então o primeiro grande jornal e primeiro veículo de comunicação de massas a usar este termo.

 

Imagem relacionada

No entanto, o fato é que somente em 1902 é que algo mais científico em referência à Lei da Atração surgiu, na física, quando John Ambrose Fleming, um engenheiro eletricista e físico descreveu algo como uma “irresistível energia de atração” que, segundo ele, fazia com que os objetos aumentassem de poder, entre outras coisas.

No decorrer do século XX surgiram várias formas de pensamento importantes que passaram a utilizar a Lei da Atração como um de seus pontos mais importantes, sendo que o Movimento Novo Pensamento foi um dos mais proeminentes e é um dos mais lembrados até hoje.

No entanto, foi na teosofia que a expressão “o segredo lei da atração” surge de modo mais claro, mais especificamente nos escritos de Willian Quan Judge, no ano de 1915 e nos escritos de Annie Besant, no ano de 1919.

O mais curioso é que a partir da segunda metade do século XX, todas as abordagens sobre o termo sempre partiram para explicações mais ligadas ao ocultismo ou às questões religiosas, ficando a Lei da Atração muito mais ligada ao cristianismo pragmático, ou ao pensamento positivo, ou até mesmo ao Novo Pensamento, que já foi citado anteriormente.

Imagem relacionada

A Lei da Atração voltou à temática do dia quando do lançamento do filme “O Segredo”, no ano de 2006, que foi baseado no livro de mesmo nome, e que trouxe as atenções para o termo novamente, com fóruns de discussão sobre a Lei da Atração em programas importantes.

O fato é que atualmente, muita gente entende que o segredo a lei da atração está mais ligada ao esoterismo e aos estudos dos mistérios do mundo do que à ciência tradicional, portanto, explicá-la por uma ótica mais cientifica fica cada vez mais complicado. Mas mesmo assim, ainda há muitas correntes de pensamento que se baseiam nela.

INSS SERVIÇOS: Agendamento, benefícios e Carta de concessão

O INSS é uma autarquia federal que tem como papel fundamental fazer os pagamentos dos benefícios apresentados pela previdência social.

A previdência social é uma seguridade social que protege os brasileiros de eventuais riscos sociais, fazendo com que eles não fiquem desprotegidos de nenhuma maneira caso venha a ocorrer algum problema futuro de doença, acidente de trabalho, falecimento do segurado ou até mesmo a velhice.

Por isso, ao entrar em contato com o Instituto Nacional do Seguro Social você tem acesso a diversos serviços e deve saber em que momento utilizar cada um da maneira mais correta possível.

No passado, para utilizar qualquer dos serviços que iremos apresentar agora, o segurado precisava se deslocar até um dos postos de atendimento da previdência social e esperar durante horas e horas para ter sua dúvida ou questão sanada.

Mas essa realidade mudou e vamos dizer agora qual a melhor maneira de você ter acesso aos serviços do INSS.

AGENDAMENTO INSS

O primeiro e um dos serviços mais procurados na plataforma do INSS é o agendamento.

O agendamento consiste em uma visita online no site, na qual você escolhe o serviço desejado, em seguida, confere o mês, dia e horário em que ele se encontrará disponível e marque a sua vez.

Você então, comparecerá nesse dia marcado, sem precisar pegar nenhuma fila e concluirá o que estava precisando.

Para fazer o agendamento estão disponíveis os seguintes serviços:

  1. Aposentadoria da pessoa com deficiência por idade;
  2. Aposentadoria da pessoa com deficiência por tempo de contribuição;
  3. Aposentadoria por tempo de contribuição;
  4. Aposentadoria por idade urbana;
  5. Atualização de dados de imposto de renda;
  6. Atualização de cadastro;
  7. Auxílio-reclusão;
  8. Auxílio doença da aeronauta gestante;
  9. Cadastrar ou renovar procuração;
  10. Cadastrar pensão alimentícia;
  11. Certidão por tempo de contribuição;
  12. Cópia de processos;
  13. Devolução de documentos ou processos;
  14. Recursos;
  15. Salário maternidade rural;
  16. Salário maternidade urbano;

Essas são apenas algumas das opções disponíveis para agendamento. E caso não possa mais comparecer no dia designado é só cancelar ou remarcar a sua visita.

CARTA DE CONCESSÃO

Depois de realizar o seu pedido perante a previdência social, você deverá aguardar um documento denominado de carta de concessão.

Essa carta irá lhe informar se você foi aprovada pelo INSS para receber o benefício ou não.

Antigamente, a única opção que o contribuinte tinha era de esperar a carta pelos correios, o que demorava em média 30 dias, mas podia demorar mais ainda dependendo da demanda do instituto.

Porém, hoje em dia, esse é um dos serviços que podem ser feitos diretamente de forma online, basta clicar no link ao lado https://www.inss.gov.br/servicos-do-inss/carta-de-concessao-e-memoria-de-calculo/.

Ao entrar na página procure a opção “pedir carta de concessão”.

Preencha então as informações pedidas como número do requerimento do benefício, o CPF e o nome do segurado.

De forma muito mais rápida, você tem conhecimento se possui o benefício ou não.

CONSULTA DE SITUAÇÃO DE BENEFÍCIO

Quando o benefício é pedido ao Instituto Nacional, ele poderá apresentar três tipos de situações para você e você deve estar preparado para receber as três respostas.

Em primeiro lugar, o benefício pode ser concedido. E nessa hipótese é só alegria, pois quer dizer que a previdência analisou seu caso e viu que você cumpriu todos os requisitos para possuir o benefício que foi pedido.

Em segundo lugar, o benefício pode vir com o status de indeferido. Nesse caso o INSS viu que você não tinha os requisitos necessário para ter direito ao benefício que foi solicitado. Dessa decisão administrativa é possível entrar com recurso ou ir diretamente para a via judicial

E por fim, o benefício pode ser habilitado: em regra, esse é primeiro status que aparece após o seu pedido ser feito. Status habilitado quer dizer que o órgão está ainda analisando o seu caso.

Para acompanhar direitinho o seu pedido é só entrar no site ao lado https://www.inss.gov.br/servicos-do-inss/consulta-de-situacao-de-beneficio/. Por lá você também poderá acompanhar o resultado da sua perícia.

MEU INSS

Todos esses serviços que elencamos acima, mais tantos outros estão disponibilizados no portal meu INSS.

Esse portal foi uma criação do Instituto para facilitar ainda mais a vida do contribuinte que passou a utilizar dos serviços que lhe eram oferecidos de maneira mais rápida e simples.

O portal se encontra disponível nesse endereço de url https://meu.inss.gov.br/.

Além do site, é possível baixar em seu celular o aplicativo do meu INSS.

O que era fácil acaba ficando mais fácil ainda. O aplicativo é gratuito e de fácil compreensão.

Então, não tem mais desculpas para não interagir com os serviços online do INSS, não é mesmo?

Apresentamos diversas formas feitas especialmente a vocês. Escolha a que mais lhe agrada e comece logo a utilizar.

Gostaram do tema? Não esqueçam de compartilhar com os amigos. E para dúvidas, é só mandar sua pergunta nos comentários abaixo, que nossa equipe entrará em contato o mais rápido possível.

Você pode saber mais neste texto sobre a Previdência