Como preparar o orçamento da sua empresa para um empréstimo

Como preparar o orçamento da sua empresa para um empréstimo

Muitas empresas dependem de um empréstimo para crescerem e continuarem ativas no mercado. 

Quem acredita que ele só é necessário quando as coisas estão indo mal, está enganado. 

Os empréstimos são importantes para o bom desempenho financeiro de uma empresa, independentemente de qual seja a sua realidade.

Muita gente acha que um empréstimo só deve ser realizado quando as coisas não vão bem. Ou seja, quando existem dívidas que estão difíceis de pagar.

Mas não se engane, existem muitas empresas bem-sucedidas que fazem empréstimos para melhorar ainda mais os negócios.

Seja para investir em materiais, abrir uma filial, expandir ou serviços ou qualquer outra necessidade, o empréstimo empresarial pode ser usado.

A finalidade quem decide é a própria instituição, mas é importante que o dinheiro seja bem aplicado para que não haja prejuízos e nem arrependimentos.

Aliás, antes mesmo de fazer empréstimos, as empresas precisam de um planejamento detalhado. 

Saber aplicá-lo da maneira certa é outro fator importante, para que esse dinheiro que pode ser usado para o crescimento da sua empresa traga bons frutos.

Neste artigo nós vamos falar sobre a importância do planejamento para solicitar um empréstimo, dar dicas de organização financeira e maneiras como diferentes perfis de empresa podem usar o dinheiro para expandir os negócios. Confira.

Dicas de um planejamento para empréstimo

Ter dinheiro suficiente é importante para fazer uma empresa crescer, no entanto, a realidade é bem diferente. 

Para ajudar os negócios a se expandirem, trazendo mais lucros e ajudando a empregar mais pessoas, existe o empréstimo. 

No entanto, antes de ir ao banco ou a uma financeira e solicitar o valor que você precisa, confira este passo a passo de como se preparar.

Para fazer um empréstimo do jeito certo para sua empresa, você precisa:

  • Planejar;
  • Verificar as finanças pessoais;
  • Pesquisar;
  • Avaliar o custo;
  • Atualizar o plano de negócios;
  • Pedir o empréstimo.

O primeiro passo é um dos mais importantes porque o planejamento é fundamental antes de qualquer ação. 

Neste processo é importante que você tenha bem definido qual é a real finalidade do dinheiro e quanto sua empresa precisa. 

Tendo isso bem definido é que você decidirá se um empréstimo vale a pena ou não, ou se o melhor caminho seria esperar e economizar um pouco.

Quem acha que para pedir crédito para sua empresa precisa ter restrições no nome também está enganado. 

Por conta disso, é fundamental verificar se as despesas estão em ordem e se o seu nome não consta nos órgãos de proteção ao crédito.

É importante pesquisar todas as condições oferecidas, pois cada banco ou financeira possui uma condição diferente. 

Prazos, juros, limites, tudo isso precisa ser verificado para saber se estão de acordo com a sua necessidade.

Depois de reunir essas informações, é importante analisar o custo porque os juros às vezes não compensam em algumas instituições. 

Se você tiver alguma dúvida na hora de calcular, pode pedir ajuda ao seu contador ou alguém que entenda mais do assunto.

Depois que você decidir qual a instituição financeira irá recorrer, atualize o seu plano de negócios. 

Ele servirá para convencer a instituição de que as finalidades são importantes e válidas. Além disso, estará provando que é alguém que sabe o que está fazendo.

Depois disso, basta providenciar toda a documentação solicitada pelo banco e solicitar o seu empréstimo. 

É importante tomar mais alguns cuidados, como evitar decisões apressadas, conhecer bem as condições de pagamento, saber qual é a real necessidade do empréstimo e verificar se o empréstimo realmente vai solucionar o seu problema.

Também é importante que você analise o seu orçamento. É importante separar o valor que será pago mensalmente para a instituição que liberar o empréstimo. 

Verifique se sua empresa já não possui outros empréstimos em aberto e contas a pagar. 

É fundamental ter esse planejamento econômico antes de tomar uma decisão.

Como usar o empréstimo?

Um dinheiro extra liberado pelo banco pode ser uma ajuda para os pequenos negócios. 

Por exemplo, uma pequena empresa de manutenção de ar condicionado pode usar o empréstimo como uma maneira de investir em veículos para atendimento a domicílio ou de empresas.

Pelo fato de o ar condicionado ser muito necessário, é comum que ele precise de manutenção como limpezas e consertos.

Fazer essa manutenção na casa ou empresa do cliente traz bons retornos, mas é importante contar com veículos para os técnicos.    

Empresas que trabalham com fabricação de gerador de energia portátil podem solicitar empréstimos para expandir o local da empresa. 

O espaço físico é muito importante para garantir uma linha de produção eficiente e que assegure produtos finais de qualidade. Isso elevará a qualidade do gerador e, consequentemente a satisfação do cliente.

As empresas de usinagem ou outros ramos da metalúrgica precisa sempre adquirir ferramentas para seus trabalhos.

Por isso, muitas vezes acabam recorrendo ao empréstimo para compra de materiais como máquina de solda ponto

Tendo em mãos todos os equipamentos de que precisam, as empresas passam a trabalhar melhor e crescer.

Os empréstimos são aplicáveis em qualquer modelo de negócio e para qualquer tipo de necessidade. 

Portanto, organizando-se conforme o passo a passo anterior, tendo o orçamento preparado, qualquer nicho de empresa pode contar com um empréstimo.

Um exemplo disso é uma empresa de pintura predial, que geralmente precisam contar, não apenas com materiais como tintas, rolos de pintura, dentre outros materiais, como também com equipamentos de segurança.

Para atingir locais mais altos, os profissionais precisam de equipamentos adequados e que garantam a sua integridade física. 

Aliás, esses equipamentos são obrigatórios, e em caso de compra para renovação dos equipamentos ou até mesmo ampliação dos negócios, nada como contar com um dinheiro extra.

O mesmo é válido para empresa que fazem instalação de rede de proteção. Os materiais que são instalados em residências e empresas precisam ser de qualidade. 

Portanto, quando esse tipo de empresa quer expandir seu atendimento, precisa contar com uma quantidade de material ainda maior e também com a contratação de funcionários.

As empresas de móveis planejados são outro exemplo de negócio que precisa contar com material de qualidade e também com profissionais experientes.

Elas transformam imóveis em lares e ambientes de trabalho incríveis, como no caso de uma sala de TV planejada. Mas para isso precisam de todos os materiais, equipamentos, ferramentas e profissionais adequados.

E por falar em ferramentas, os mecânicos e outros profissionais automotivos precisam de diversos tipos de instrumentos para realizar seus trabalhos. 

Sem eles, não é possível cuidar da manutenção e dos consertos dos veículos, como no caso de troca de tacógrafo caminhão

Os empréstimos podem ser investidos em ferramentas, mas também é caminhão guincho para resgate de veículos e aumento do espaço físico de oficinas.

Os profissionais da saúde também podem solicitar empréstimos para empresas. 

Médicos dos mais variados segmentos podem investir um dinheiro emprestado por bancos e financeiras em melhorias no consultório, contratação de recepcionista, compra de materiais dentre outras necessidades. 

Desde medico acupunturista até diversas outras especialidades.

Agora que você já conhece algumas maneiras de empregar os empréstimos por variados tipos de empresas, no próximo tópico vamos dar algumas dicas para você se organizar financeiramente. Confira.

Dicas de organização financeira para empresas

Se organizar financeiramente é primordial para fazer uma empresa crescer. As principais dicas são:

  • Realizar um planejamento financeiro;
  • Acompanhar o fluxo de caixa;
  • Separar contas pessoais das da empresa;
  • Administrar o capital de giro;
  • Possuir reservas.

Planejar-se financeiramente quer dizer definir objetivos e metas, além de realizar projeções realistas. 

Isso ajuda o administrador a não se perder no meio do caminho e auxilia a conquistar os objetivos mais facilmente.

É importantíssimo acompanhar o fluxo de caixa para saber o que entra e sai de capital da empresa. 

Por meio desse acompanhamento é possível mensurar ganhos e perdas e facilita na tomada de decisões, inclusive a de fazer um empréstimo.

Nunca misture suas finanças pessoais com as finanças da sua empresa. Isso pode diminuir os lucros e fazer com que a empresa se torne dependente dos seus recursos pessoais para sobreviver. 

Assim como é importante cuidar bem do capital de giro para honrar com todos os compromissos.

Por fim, mas não menos importante, possua reservas financeiras. Ter um dinheiro guardado é fundamental para as situações emergenciais e para sobreviver a períodos conturbados.

Esta reserva não deve ser a mesma para melhorias ou para outros objetivos, deve ser uma verba destinada apenas às situações emergenciais.  

Como você viu, cuidar das finanças de um negócio e trabalhar com empréstimos de maneira consciente não é tão difícil, quando você sabe o que fazer. 

Seguindo essas dicas a sua empresa poderá fazer um empréstimo tranquilamente e crescer muito.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

talys

Related Posts

Benefícios do sistema delivery para restaurante

Benefícios do sistema delivery para restaurante

fallback-image

Como testar a velocidade da internet?

fallback-image

Internet para todos: Telefónica e Facebook querem levar a Internet para a América Latina

fallback-image

Meça a velocidade da Internet no seu celular com Meteor

No Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *