Como funciona o método de organização financeira 50/30/20

Como funciona o método de organização financeira 50/30/20

A organização financeira é muito importante para pessoas e empresas se organizarem e garantir saúde a suas finanças.

Ter controle do dinheiro é necessário para que as contas possam ser pagas e ainda fazer outras coisas. Por menor que seja um salário ou por menos dinheiro que a pessoa tenha, ainda dá para se organizar e viver melhor.

Um dos métodos mais simples para fazer isso é o 50/30/20, que consiste em dividir a renda em porcentagens para diversas necessidades. E neste artigo, nós vamos explicar exatamente como isso funciona. Confira.

O que é a regra 50/30/20?

Essa regra foi criada para ajudar as pessoas a organizarem melhor o seu orçamento. Isso porque limites de gastos são estabelecidos nas três principais áreas. 

Por exemplo, 50% dos gastos são destinados a despesas básicas como aluguel, alimentação, conta de água, luz, internet etc.

Os 30% podem ser destinados a gastos supérfluos como lazer, viagens etc. Já os 20% são destinados a investimentos, por exemplo, ou então uma reserva para despesas de emergência.

O que desperta muitas dúvidas nas pessoas é se realmente elas precisam seguir esse padrão de divisão do dinheiro. Na verdade, essa divisão é completamente modificável e adaptável, de acordo com a realidade de cada um.

Por exemplo, para uma proprietária de uma gráfica, ela pode dividir em 60% despesas fixas com o negócio, 20% para compras de materiais e 10% na implementação da impressão vinil adesivo no estabelecimento.

Ou, então, uma pessoa pode dividir entre 40% despesas fixas, 40% gastos supérfluos e 20% reserva financeira. Enfim, são divisões que podem ser alteradas, de acordo com a necessidade de cada um.

Refletindo sobre as despesas

Outra dúvida muito comum que as pessoas têm na hora de implementar esses sistema de organização financeira é como classificar cada um de seus gastos. Sendo assim, podem ser consideradas despesas fixas:

  • Moradia;
  • Água, luz, internet;
  • Alimentação;
  • Transporte;
  • Saúde.

Existem outras necessidades que são particulares, dependendo do estilo de vida da pessoa. Por exemplo, para um atleta é essencial fazer academia todos os dias, já para outras pessoas, as atividades físicas podem ser realizadas de maneira mais em conta.

Quanto aos gastos supérfluos ou variáveis podem ser considerados:

  • Viagens;
  • TV a cabo;
  • Cinema;
  • Restaurantes.

Os gastos dedicados a prioridades financeiras podem ser poupança ou investimentos para muitas finalidades. É importante sempre ter essa reserva para suprir necessidades como reformas, trocar de carro ou até abrir um negócio.

Como implantar a regra 50/30/20?

Colocar essa organização financeira em prática é simples tanto para pessoas como para empresas de encomenda de brigadeiros. E existem duas opções:

Automatizar o controle

É comum perder o controle dos gatos e deixar de acompanhá-los com clareza. Por isso, existem alguns aplicativos que podem ser baixados no celular e que auxiliam essa organização.

Automatizar prioridades financeiras

Uma boa saída para não gastar mais do que deveria é programar aplicações automáticas para o primeiro dia, após receber o salário ou qualquer outro rendimento.

Existem muitas opções para isso, como bancos e corretoras, além de fundos de investimento e até compra de ações.

Escolher a regra ideal

A regra 50/30/20 é simples, tanto para uma pessoa quanto para uma confecção de camiseta personalizada feminina. Isso porque ela pode ser rapidamente implantada, sem que haja necessidade de um estudo prévio.

Apesar disso, não leva em conta as prioridades financeiras de cada pessoa individualmente. Portanto, não se deve levar ao pé da letra uma regra que não se aplica bem a uma realidade.

Por exemplo, muitas pessoas não têm condições de poupar 20% de seu salário por mês. E se uma pessoa nessas condições poupar os 20%, não terá uma boa saúde financeira, pois estará sacrificando outras prioridades.

O mesmo é válido para o comércio, pois um grande buffet churrasco casamento pode fazer reservas maiores para investimentos do que um negócio menor. E a regra dos 50/30/20 pode ser adaptada a diferentes realidades.

Independentemente de como a divisão será feita, é fundamental que o hábito de se organizar financeiramente seja cultivado diariamente. É ele que vai ajudar a manter as contas em dia, mesmo para quem tem uma renda menor.

A organização financeira só traz benefícios para o bolso e ajuda qualquer pessoa a crescer financeiramente, cuidando melhor do próprio dinheiro.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

talys

Related Posts

Dicas de como limpar a casa sem perder muito tempo

Dicas de como limpar a casa sem perder muito tempo

fallback-image

Como melhorar o atendimento utilizando um sistema para Pet Shop? 

Coca-cola e seus diferentes sabores

Coca-cola e seus diferentes sabores

Pigmentação a Laser: novidade na estética de Darthini Lopes

Pigmentação a Laser: novidade na estética de Darthini Lopes

No Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *