Como reformar sua casa gastando pouco

Como reformar sua casa gastando pouco

Todo imóvel, em algum momento, precisará de uma reforma. O desgaste é algo natural, assim como novas tendências chegam e fazem com que muita gente queira modernizar seus imóveis.

Com um pouco de informação e algumas dicas, é possível fazer uma boa reforma sem gastar muito e priorizando o que é importante.

Antes de começar, é imprescindível ter em mente que toda mudança no imóvel, por menor que seja, exige investimento de tempo, dinheiro e paciência.

Neste artigo, daremos algumas dicas para reformar um imóvel, sem gastar muito e com resultados incríveis.

A importância do planejamento

Antes de contratar os pedreiros e começar a obra, é importante saber o que realmente quer reformar. 

Muitas pessoas começam uma reforma sem saber o que realmente querem ou precisam. Essa falta de planejamento leva a obras que não terminam nunca e custam caro.

O planejamento precisa ser detalhado e reunir as reais necessidades. O que é indispensável? Colocar rede de proteção para janelas? Trocar o piso do banheiro? Existem problemas de infiltração? Tudo precisa ser observado.

O planejamento diminui riscos e gastos extras, e outra dica é dividir o processo da reforma em várias etapas.

Essa divisão ajuda a controlar o tempo e o dinheiro investidos por toda a obra. Ao perceber algo que sai do planejamento, é possível mudar rapidamente.

Além de todos esses benefícios, uma obra bem planejada sabe a ordem correta de cada etapa, garantindo cuidado e qualidade em todos os detalhes.

Usar sempre o mesmo tipo de revestimento

Uma das maneiras mais eficientes de gastar menos com a reforma é usar o mesmo material para a mesma finalidade específica. 

Um exemplo disso são as tintas, pois um galão de 18 litros é mais em conta do que dois de 3,5 litros juntos.

As cores claras e neutras possuem menos pigmentação, por isso são mais em conta. 

Nos pisos, imóveis que possuem o mesmo modelo em todos os cômodos também economizam nesse quesito.

Obviamente, em locais como cozinhas, banheiros e lavanderias, o piso usado nos outros cômodos nem sempre pode ser o mesmo. 

Além disso, esses ambientes exigem proteção impermeável.

Deixe materiais à mostra

Muita gente opta por uma decoração mais rústica durante a reforma porque acha o estilo bonito, mas além de bonito, sai muito mais barato. Algumas opções são:

  • Ambientes sem forros;
  • Ausência de pisos e revestimentos;
  • Vigas e pilares expostos;
  • Canos e fiações valorizados.

Essas alternativas se transformam no centro da proposta da reforma, criando uma linguagem visual moderna e personalizada para os cômodos.

A economia está no fato de que não é necessário comprar tantos materiais e contratar mão de obra qualificada. 

Além disso, essas propostas combinam com materiais como interruptor intermediário, que diminui a quantidade de interruptores pelos cômodos.

Construir os próprios móveis

A decoração também é parte de algumas reformas e pode custar muito dinheiro. 

Móveis planejados e sob medida são excelentes, mas custam caro, no entanto, aqueles móveis mais baratos encontrados em algumas lojas também não ajudam.

Uma maneira muito inteligente de resolver esse problema é construindo o próprio móvel. 

Com um pallet de madeira, por exemplo, é possível construir um sofá. Existem diversos tutoriais que ensinam a fazer isso e, além de simples, é muito bonito.

Usar a cor branca

No banheiro, cozinha, lavanderias e outros ambientes que precisam de louça, a melhor opção são os itens na cor branca.

Se compará-los com outras opções no mercado como mármore, pedras, inox, entre outros. Eles são mais baratos e combinam com qualquer tipo de decoração. 

Além disso, não deixam de ser resistentes e apresentam uma ótima durabilidade.

Optar por lojas de confiança

Na hora de comprar os materiais necessários para a reforma, muita gente acredita que aquela loja na esquina vai ser mais barata e vantajosa. Talvez ela seja mais barata, mas pode não ser vantajosa.

Todo o material necessário, desde pisos até grampeador de madeira precisa ser comprado em uma loja de confiança e bem recomendada.

Somente nelas é possível encontrar boas opções e contar com profissionais que entendam do assunto. 

Dessa maneira, não há como errar na escolha e acabar gastando mais para consertar um erro.

Reformar não precisa ser sinônimo de gastos exorbitantes. Seguindo essas ideias, é possível mudar o estilo e trazer um novo conceito para dentro do imóvel, corrigindo problemas e imperfeições de maneira inteligente.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

talys

Related Posts

O que acontece se errar o código do Nubank na transferência?

O que acontece se errar o código do Nubank na transferência?

SPC e SERASA Qual a diferença?

SPC e SERASA Qual a diferença?

Simulação consórcio: 3 Formas de simular consórcio

Simulação consórcio: 3 Formas de simular consórcio

Empréstimos simulação: Como fazer simulação de empréstimos?

Empréstimos simulação: Como fazer simulação de empréstimos?

No Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *