O que precisa para prestar concurso para defensoria pública?

Os cargos oferecidos em concurso para defensoria pública é um dos sonhos de muitas pessoas, devido sua estabilidade, salário e benefícios. No entanto, ser aprovado no exame para conseguir essa oportunidade, pode ser um pouco trabalhoso, uma vez que exige muito preparo e outros aspectos que mencionaremos aqui neste artigo.

Saiba o que precisa para prestar concurso para defensoria pública:

Concurso para defensoria pública

Nesse tipo de concurso, o candidato pode concorrer a vagas de advogado criminal, advogado civil, exercer o direito do trabalho, entre outros. No entanto, para conseguir ser aprovado e participar do concurso público é preciso estar em dia com itens como: OAB, CPF, ter realizado a votação ou obter o comprovante de justificativa nas duas últimas eleições, reservista, entre outros, pois nesse tipo de concurso é importante estar com todos os dados atualizados e em dia com o governo. Muitas informações referentes a essas documentações e demais exigências, estão presentes nos editais de cada concurso, o qual é indispensável sua leitura.

Como se preparar para o concurso público da defensoria?

Para prestar qualquer concurso é preciso se preparar e estudar muito, inclusive, há diversos cursos grátis on-line que ajudam na mesma. Confira a seguir algumas dicas para ajudar na sua preparação:

Comece a estudar antes da divulgação

Comece a estudar muito antes da data do exame. Isso ajudará você a se sentir mais calmo e é menos provável que você acabe sobrecarregado, além de ser essencial para assimilar o conteúdo e não deixar para última hora. Tente estudar pela manhã , quando seu cérebro estiver descansado e fresco. Evite deixar a maior parte da revisão à tarde, quando houver uma chance de você estar mais cansado. Seria melhor se você estabelecer uma rotina com o estudo: tente começar e terminar o estudo aproximadamente à mesma hora todos os dias.

Plano de estudos

Um calendário bem projetado facilitará sua vida e eliminará o estresse desnecessário das sessões de estudo. Pode parecer um trabalho, mas fazer um plano de estudo poupará muito tempo (você não perderá um minuto decidindo o que revisar dia a dia) e ajudará a acompanhar seu progresso. Faça um calendário o mais detalhado possível, incluindo os documentos ou notas relevantes que você deve revisar e preencha. E não se esqueça de levar em consideração o tempo para socializar, se exercitar e qualquer outro descanso. Estude 45 minutos o assunto e descanse 15 minutos, antes de continuar ou passar para próxima etapa, isso ajuda o cérebro a descansar e evita que o estudo acabe sendo desagradável.

Auto-avaliação

Segundo psicólogos e neurocientistas, a “autoavaliação” pode ser uma das maneiras mais eficazes de melhorar sua capacidade de lembrar informações. A técnica também ajuda a entender um conceito e não apenas memorizá-lo. Também oferece a oportunidade de verificar qualquer falha no seu conhecimento. Uma das melhores maneiras de se autoavaliar é fazer resumos ou simplesmente testar a si mesmo no final de uma sessão de estudo com bastante exercícios.

Torne-se o seu professor

Tornar-se professor é uma técnica conhecida como “Efeito Protegido” que estimula sua memória. Ensinar outra pessoa requer aprender e organizar o conhecimento de maneira clara e estruturada. Participe de grupo de estudos ou fale com alguém próximo para escutá-lo um pouco e repasse as matérias que estudou. E nem se engane, pensando que você pode deixá-lo na mesa e não tocá-lo. De acordo com um estudo, apenas ver seu telefone por perto será suficiente para prejudicar sua capacidade de concentração. Ao reunir tudo o que é necessário e se preparar para o concurso da defensoria pública, suas chances serão muito maiores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *