Seguro Saúde E Seguro Viagem São A Mesma Coisa? Confira

Seguro Saúde E Seguro Viagem

De cara já te daremos a resposta para esta questão: não, eles não são a mesma coisa. Apesar de a confusão ser bastante frequente, nomeá-los como um único produto é inadequado, já que pode interferir e prejudicar na escolha do consumidor.

Cada vez mais pessoas têm procurado empresas de seguro para situações de viagem, já que é possível encontrar planos com um baixo custo e uma série de benefícios adicionais. E não é só para viagens internacionais que eles servem, o número de pessoas que faz a contratação para destinos em território nacional também é crescente, o que reflete uma mudança de pensamento dos viajantes.

No entanto, ao procurar pela internet é preciso redobrar a atenção, afinal você pode cometer um erro e confundir as duas modalidades, e quando precisar de usar, pode ser tarde demais.

O que é seguro saúde?

O seguro saúde para viagem é uma modalidade de seguro que cobre apenas custos e despesas relacionadas a saúde, como possíveis consultas e internações, restritos a emergências. Ou seja, as coberturas são reduzidas em comparação ao seguro viagem, qualquer situação diferente das acima descritas estarão excluídas da cobertura securitária.

Sabemos que problemas de saúde são imprevisíveis, podendo ser de simples resolução, ou mais graves. A própria mudança de clima, alimentação, ou humidade podem ser causadores de alguns problemas. O próprio voo pode ser um agravante para pessoas com doenças circulatórias, sobretudo em viagens longas, por isso é essencial estar com os exames em dia antes de embarcar.

Aliás, você sabe quais são as principais ocorrências nas salas de emergências médicas? Confira:

  1. Dor de dente
  2. Feridas cortantes
  3. Entorses
  4. Dor lombar
  5. Infecção do trato urinário
  6. Cefaleia
  7. Cálculos renais
  8. Abcessos e infecções cutâneas superficiais
  9. Infecções das vias aéreas superiores
  10. Dor abdominal

Apesar de bastante comuns, muitas delas podem ser simplesmente incapacitantes dependendo da intensidade, demandando até mesmo de cirurgias de urgência em casos graves. Mas essa não é a pior notícia: uma cirurgia pode variar de US$30.000 a US$100.000 nos Estados Unidos e ultrapassar os €30.000 na Europa.

Deste modo, vale a pena desembolsar uma pequena quantia a mais de dinheiro para garantir a assistência necessária nestes e outros casos de saúde que possam vir a ocorrer. Afinal, ninguém quer descobrir na prática o quando é dificultoso precisar de atendimento médico num país desconhecido, com língua estrangeira e preços acima dos padrões conhecidos.

O que é seguro viagem?

O seguro viagem é uma apólice que oferece cobertura ao segurado, por um período pré-determinado. Nele, além das coberturas a eventos decorrentes de acidentes ou doenças durante a viagem, há também o amparo para várias outras situações que podem acontecer, como extravio de bagagem, necessidade de contratação de assistência jurídica, cancelamento de voo, entre outros.

Afinal, qual dessas modalidades eu devo contratar?

Fica claro pelas definições acima que ambas possuem características bastante diferentes. O seguro viagem é bem mais completo e oferece coberturas essenciais para o viajante em caso de imprevistos que poderiam acabar com a viagem. Há uma infinidade de coisas que podem acontecer e qualquer pessoa está suscetível a isso.

Vale também ressaltar e toda e qualquer viagem envolve dinheiro, e uma despesa adicional não planejada também não é bem-vinda. Nestes casos vale a pena investir um pouco mais e contratar um seguro que te ofereça todas as coberturas e o suporte necessário para a sua viagem.

Como contratar o seguro viagem?

A contratação é bem mais fácil do que parece e pode ser feita rapidamente com apenas alguns cliques. Ainda assim, vale a pena pesquisar com antecedência todos os planos e seguradoras disponíveis e que atendem no seu local de destino. Pesquise também se o lugar exige um seguro com um valor mínimo de cobertura, como é o caso da Europa.

Para isso você pode fazer a cotação online. Leia atentamente o que está sendo contratado, bem como os valores das coberturas e situações de exceção.

Não leve em consideração apenas o preço, afinal, quando se trata de tranquilidade e segurança, este é o quesito que menos importa. Feito isso, basta fazer as malas, embarcar e boa viagem!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *